Política e Ambiente Escolar

  • As políticas, planos e práticas da escola reflectem a importância da promoção da Saúde Psicológica Escolar e do bem-estar da comunidade educativa (Alunos, Professores, Pessoal Não Docente e Encarregados de Educação).
  • A escola tem uma política escrita que define um enquadramento e procedimentos a partir dos quais são geridos os temas relacionados com a Saúde Psicológica Escolar. Esta política é um documento dinâmico e revisto regularmente, em cuja construção participam todos os elementos da comunidade educativa (Alunos, Professores, Pessoal Não Docente e Encarregados de Educação).
  • A escola tem uma política escrita que define um enquadramento e procedimentos a partir dos quais são geridas situações de bullying, violência, assédio, discriminação e desrespeito. Esta política é um documento dinâmico e revisto regularmente, em cuja construção participam todos os elementos da comunidade educativa (Alunos, Professores, Pessoal Não Docente e Encarregados de Educação).
  • As políticas, práticas e programas escolares são desenvolvidos e/ou revistos consultando e apelando à participação da comunidade educativa (Alunos, Professores, Pessoal Não Docente e Encarregados de Educação).
  • A escola incentiva a participação dos Alunos e da restante comunidade educativa nas tomadas de decisão relativas à escola, nomeadamente através de estruturas escolares como, por exemplo, um conselho de alunos.
  • A escola possui um Grupo de Trabalho ou uma Equipa de Saúde Escolar que reúne pelo menos quatro vezes por ano para rever e avaliar as políticas e os programas de Saúde Escolar, nos quais se inclui a Saúde Psicológica Escolar.
  • A Equipa de Saúde Escolar da escola inclui pelo menos um Psicólogo.
  • A escola promove um clima no qual as relações interpessoais saudáveis e o respeito pelos outros são fundamentais, sendo que todos são encorajados a fazer a sua contribuição para um clima escolar positivo através das competências e qualidades pessoais.